Home Trabalhos florestais

Trabalhos florestais

Melhoria de estruturas de massa envelhecida mediante e população e protecção individual, com plantações com uma densidade próxima da regeneração de 200 plantas/ha. A principal espécie a ser plantada é a Azinheira, Quercus ilex, através de bolota (80%) e como espécies acompanhantes o carvalho-negral Quercus pyrenaica (10%), o pilriteiro Crataegus monogyna (5%), pereira-brava (5%). Nos cerca de 30% de árvores que corram riscos por parte de herbívoros silvestres ou domésticos, colocam-se protecções.

Em azinhais e montados realizam-se acções de melhoria do estado fito-sanitário das árvores com o seu desenvolvimento como objectivo, com poda e limpeza de fezes em manchas de azinheira provenientes do rebrotar e que apresentam uma densidade elevada. Procede-se à limpeza de ramos secos em árvores adultas e protecção individual de pés em zonas de gado.

Desde a sua criação a ATN desenvolve o restauro ecológico e gestão de áreas florestais (reflorestação e recuperação de áreas queimadas) em habitats de importância ecológica. Desde há 5 anos que possuí um programa de vigilância activa de fogos florestais.

A Universidade de Salamanca estudará com o LIFE bio-indicadores micológicos que determinem a saúde do montado, estabelecendo correlações entre a presença de determinadas espécies de cogumelos e o estado de conservação dos ecossistemas. Partindo-se de um mapeamento da vegetação para estabelecer uma selecção de lugares em função do tipo de espécies vegetais presentes e o grau de intensidade da actividade humana. Nesses ponto realizam-se inventários micológicos no Outono e Primavera, analisando as relações obtidas entre a presença ou ausência de determinadas espécies e estado de conservação do habitat.

10.TrabajosForestales